Total de visualizações de página

terça-feira, 26 de abril de 2011

Whitesnake - Is this love




video

Show da Banda Whitesnake em Brasília dia 15/09/2011

A banda inglesa Whitesnake está de volta ao Brasil, a banda tem 4 shows confirmados para 2011, dia 10 de setembro em São Paulo, dia 11 no Rio de Janeiro, dia 13 em Belo Horizonte e dia 15 em Brasília. A banda afirma estar muito feliz por estar de volta ao país e promete grandes apresentações em terras brasileiras.
O Whitesnake foi formado em 1977, em Leeds, na Inglaterra. Apostam no hard rock e no blues rock, foram uma das principais bandas do gênero no mundo, tendo seu auge na década de 80. Gravaram o primeiro disco em 1978, chamado “Snakebite”, um disco maravilhoso, com músicas muito bem elaboradas, repletas de riffs enlouquecedores.
Ao longo de todo esse tempo de carreira, a banda emplacou diversos hits, destaque para a grande balada  “Is This Love” e “Love Ain’t No Stranger”. O Whitesnake fez uma pausa em sua carreira em 1991, depois de algumas tentativas frustradas de retorno, a banda voltou definitivamente em 2002.
O Whitesnake vem ao Brasil com a tour de seu novo disco, chamado “Forevermore“, provando que a banda ainda tem muito gás para gastar, um disco excelente, que reflete toda a experiência desse ícone do rock mundial. Sem dúvida alguma, assistir ao show do Whitesnake no Brasil ao vivo é uma experiencia fantástica, mais um show imperdível.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Que tal produzir tinta e pincel na aula de Arte?

Fabricar materiais para as aulas aponta possibilidades artísticas e ajuda a garotada a descobrir diferentes formas de criar as próprias pinturas.
Considerado um dos maiores pintores do século 20, o francês Henri Matisse (1869-1954) não era um artista de materiais convencionais. Na década de 1940, para vivenciar um novo jeito de pintar, realizou uma famosa série de obras com um pincel preso a uma longa vareta. Isso transformou também o suporte de sua pintura: em vez da tela tradicional, ele optou por um mural preso a uma parede. O francês não está só: assim como Matisse, muitos artistas lançam mão de recursos parecidos, utilizando galhos, folhas, escovas de dente e até vassouras como ferramentas para realizar diversos quadros.
A sala de aula pode ser palco de um processo semelhante, que se estende por todo o Ensino Fundamental (leia mais no quadro abaixo). Desenvolver esse tipo de atividade com a classe permite explorar inúmeras formas de fazer arte. "É experimentando que o artista descobre cada vez mais ferramentas, suportes e procedimentos. Na escola, contemplar essa variação amplia o leque de possibilidades expressivas dos alunos", diz Mirian Celeste Martins, diretora do Rizoma Cultural, empresa de projetos em arte, Educação e cultura, e professora da Universidade Mackenzie, ambos em São Paulo.
Para o professor, o trabalho começa antes mesmo de se propor a atividade aos alunos. "É importante investigar materiais variados e dedicar especial atenção aos recursos naturais próximos à escola que podem servir de base para as ferramentas", explica Marisa Szpigel, formadora do Centro de Educação e Documentação para Ação Comunitária (Cedac), em São Paulo. Em seguida, é o momento de convidar toda a turma para embarcar na exploração.
Ao apresentar os exemplos que havia pesquisado, Silvanete Pereira Lima, professora da 3ª série da EM Roseana Sarney, em Pindaré Mirim, a 180 quilômetros de São Luís, pediu que os alunos trouxessem ideias de casa. O grupo soltou a imaginação e criou ferramentas com gravetos, cabos de vassoura, bambus, canos, escovas de dente e palitos de sorvete e de churrasco. Pelos, espumas, buchas e penas, entre outros, foram presos aos suportes com barbante, linha ou fita adesiva. No levantamento das matérias-primas para tintas, a mesma avalanche de sugestões: areia colorida, argila, borra de café, açaí, buriti, carvão, urucum, giz, cenoura, espinafre e beterraba.

Projeto Sítio do Picapau Amarelo - Pedrinho





video

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Diretor de Robôs fará cinebiografia de Santos Dumont


O cineasta Chris Wedge (Robôs) adquiriu os direitos para adaptar para o cinema o livro Wings of Madness: Alberto Santos-Dumont and the Invention of Flight, segundo a Variety. Tudo indica que o filme será rodado com atores e locações reais, marcando a estreia do diretor, mais ligado a animações, em produções live-action. O longa será feito por sua empresa, a Wedge Works World Wide.
O livro, lançado em 2003 pelo autor Paul Hoffman, mostra a vida do excêntrico Santos Dumont, considerado por muitos como o pai da aviação, durante época que passou em Paris, na virada do século 19, quando já tinha obsessão por voar.
Wedge, que também dirigiu A Era do Gelo ao lado de Carlos Saldanha (Rio), ainda não contratou roteirista e também não há previsão de estreia para o longa.

Slayer - Uma das maiores bandas de thrash metal do mundo, o Slayer traz sua nova turnê mundial para dois shows no Brasil, em São Paulo e Curitiba.



Considerados expoentes do metal no mundo, os norte-americanos do Slayer, uma das quatro bandas mais importantes do thrash metal ao lado do Metallica, Megadeth e Anthrax, desembarcam no país em junho para mostrar sua nova turnê mundial " World Painted Blood Tour" em apenas duas cidades: Curitiba, dia 08 de junho no Master Hall e São Paulo no dia 09 de junho, no Via Funchal.

Fonte - http://whiplash.net/

domingo, 3 de abril de 2011

Op Art!!!

Op art é um termo usado para descrever a arte que explora o nosso olho, pelo uso da ilusão de óptica.
A palavra Op arte significa "arte óptica", e os trabalhos feitos nesse gênero de arte em geral são abstratos, essas obras dão a impressão de movimento, ou parecem inchar ou deformar-se diante dos nossos olhos.